“Aos 14, eu conheci a garota mais linda da minha cidade. Aos 15, nós tivemos uma briga terrível e não nos falamos por 1 ano. Aos 16, reencontrei ela em um supermercado, 5 minutos de conversa e eu me vi apaixonado. Aos 17, eu comecei a namorar com a garota mais bonita da cidade. Aos 22, eu fiquei noivo da mulher mais linda do país. Aos 25, eu estava casado com a mulher mais linda do mundo. Aos 27, eu tive um filho com a mulher mais madura que já conheci. Aos 29, eu tive uma filha, a filha mais linda da cidade. Aos 40, eu fiz 15 anos de casado com a mulher mais interessante do universo. Aos 50, eu percebi que nunca tinha tido olhos para outra, nesse mesmo ano, eu percebi que eu era um homem realizado. Aos 60, eu vi a mulher mais linda do mundo continuar sendo a mulher mais interessante do universo. Aos 76, eu senti falta dessa mulher, a mulher mais incrível do mundo, agora só existia em fotografias. Aos 78, eu senti que não tinha mais vida sem ela; nesse mesmo ano, eu me entreguei para viver a eternidade ao lado dela, seja lá onde fosse.”
Autor Desconhecido. (via fixwe)

porque menino com pegada é outro nível né


“Que sejamos nós, em um dia desses.”
Capacitadora (via contextualizar)

Sou do tipo que vê uma pessoa bonita na rua e já quer saber o nome, a idade, o endereço, o CPF.


“Agora eu falo menos, não por falta do que falar, mas por falta de quem ouvir.”
Caio Augusto Leite.  (via r-e-p-e-n-s-o-u)

Não vejo a hora de falar: “Porra, realizei meu sonho.”





“É bom sorrir sem ter um motivo, é ótimo estar feliz sem ter um porquê.”
Marcello Henrique.  (via o-teimoso)